um ponto à superfície
.posts recentes

. (Que silêncio; está-se tã...

. Fuma

. O demo, ainda à solta e a...

. O demo anda outra vez à s...

. Os cravos

. Dizem-me todos o mesmo

. Os que ficam com o que ab...

. Agora, não

. Numa mão a espada, na out...

. The Thought Project

.arquivos

. Janeiro 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

. Novembro 2003

Segunda-feira, 22 de Dezembro de 2003
Amanhã começamos de novo
Hoje é solstício de Inverno, o que quer dizer que é o dia mais curto do ano, o que quer dizer que amanhã os dias começam a crescer, a crescer... No dia mais curto do ano, um sol esplendoroso como este só pode ser uma promessa. Venha o Inverno, venha Janeiro, venha o que vier. O que eu sei é que os dias vão crescendo, discretamente, e não há nada que possa opor-se a essa luz toda que se vai deitando sobre as ruas, as paredes, os recantos de musgo, a humidade da Terra. Amanhã recomeçamos, e todos os dias são bons para recomeçar.
publicado por galinhola às 16:02
link do post | comentar | favorito
|
.pesquisar
 
.Janeiro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

. Ser catita

blogs SAPO
.subscrever feeds