um ponto à superfície
.posts recentes

. (Que silêncio; está-se tã...

. Fuma

. O demo, ainda à solta e a...

. O demo anda outra vez à s...

. Os cravos

. Dizem-me todos o mesmo

. Os que ficam com o que ab...

. Agora, não

. Numa mão a espada, na out...

. The Thought Project

.arquivos

. Janeiro 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

. Novembro 2003

Sexta-feira, 16 de Janeiro de 2004
Somos ou não gente séria?
De todas as tentações mundanas, a poucas é tao difícil resistir quanto à de sermos pessoas sérias. Ou, melhor ainda, 'pessoas de bem'. Somos pessoas sérias de cada vez que perante a hipótese A e a hipótese B escolhemos a hipótese B, porque o B é uma letra muito mais séria do que o A - essa coisa infantil que nos deixa de bca aberta e dentes à mostra.

Falando a sério: somos pessoas sérias, sobretudo, quando não respeitamos nem apreciamos suficientemente as fraquezas, os disparates, as ideias e até a forma de caminhar do outros para sabermos que não devemos levá-los a sério.

E pronto. Todos temos direito aos nossos 2 minutos de seriedade. Os meus acabaram, para o ano há mais.
publicado por galinhola às 00:08
link do post | comentar | favorito
|
.pesquisar
 
.Janeiro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

. Ser catita

blogs SAPO
.subscrever feeds