um ponto à superfície
.posts recentes

. (Que silêncio; está-se tã...

. Fuma

. O demo, ainda à solta e a...

. O demo anda outra vez à s...

. Os cravos

. Dizem-me todos o mesmo

. Os que ficam com o que ab...

. Agora, não

. Numa mão a espada, na out...

. The Thought Project

.arquivos

. Janeiro 2006

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

. Julho 2004

. Junho 2004

. Maio 2004

. Abril 2004

. Março 2004

. Fevereiro 2004

. Janeiro 2004

. Dezembro 2003

. Novembro 2003

Sábado, 31 de Janeiro de 2004
Quatro motivos para ver e ouvir Marta Dias
- quando canta, é ela quem está ao comando. E faz as coisas como quer - e bem.

- o belíssimo timbre e a plasticidade da voz, cobertos por um véu leve, ligeiramente áspero, apenas o suficiente para lhe dar mais naturalidade e para lhe permitir correr riscos

- o prazer com que canta. Prazer de quem canta com todo o corpo - e sabemo-lo mesmo sem a ver, e mesmo que esteja imóvel

- o magnífico cabelo

Na 6ª feira fui ver o concerto de Kyao e Chainho, acompanhados de Marta Dias e António Pinto. Um bom concerto, mas, mais do que o conjunto, as capacidades individuais de cada um a dar que pensar. E Marta Dias a dar muito, e bem, que ouvir. O site da Marta, infelizmente, é um desatino... Abre em full screen (argh!), demora eternidades a carregar e tem uma navegação (toda em flash) de dar cabo dos nervos. Fico-me pela música.
publicado por galinhola às 22:56
link do post | comentar | favorito
|
1 comentário:
De Anónimo a 10 de Fevereiro de 2004 às 19:31



reconheço que a senhora tem boa voz mas, sinceramente, não aprecio o género.Cândida
</a>
(mailto:mcasa86@hotmail.com)

Comentar post

.pesquisar
 
.Janeiro 2006
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30
31

. Ser catita

blogs SAPO
.subscrever feeds